Economia

Guedes: não vamos privatizar 4 grandes empresas em 4 meses, mas sim anunciar

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira, 15, que a necessidade de intervenção estatal na contenção dos impactos do coronavírus não muda a orientação liberal do governo e anunciou a intenção de privatizar entre três e quatro grandes estatais até o fim do mandato.

Durante entrevista para a Jovem Pan, Guedes afirmou que não se faz até quatro grandes privatizações em quatro meses, mas a ideia do governo é “anunciar” que fará essas privatizações.

“Queremos anunciar três ou quatro grandes privatizações”, afirmou Guedes.

O ministro disse que um “meteoro” que cai sobre a terra a cada cem anos – em referência à pandemia do coronavírus – não altera a linha de redução do peso do Estado na economia. Ele considerou um equívoco a ideia de que populações de economias mais estatizadas estão mais protegidas na pandemia. “Isso é uma leitura ideologizada, de que todos vão ter economia mais estatizada porque o Estado é importante.”

O ministro reforçou ainda durante a entrevista o comprometimento com a retomada da agenda de reformas, salientando também que, apesar de a covid-19 ter travado uma pauta que estava, segundo ele, encaminhada, o Congresso é reformista. “Vamos conseguir avançar”, afirmou Guedes.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel