Economia

Guedes diz que Auxílio Emergencial será pago por mais três meses

Crédito: Reprodução/TV Câmara/YouTube

O ministro não explicou como serão essas novas parcelas, nem detalhou quem terá direito ou não. Mas indicou que existe a possibilidade de mais parcelas (Crédito: Reprodução/TV Câmara/YouTube)

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo federal decidiu que vai estender o Auxílio Emergencial por mais três meses. A declaração ocorreu durante uma live da Comissão Mista do Coronavírus do Congresso, no YouTube. Guedes ainda estava sendo sabatinado pelos parlamentares às 12h44.

“Até agora, nós demos os três meses iniciais, que é quando ele [ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta] falava que subia a curva lá em cima e estendemos. Agora, como ela [curva da contaminação da covid-19] não começou a descer ainda, estendemos por mais 3 meses”, disse Guedes.

+ Para Guedes, medidas adotados pelo governo têm conseguido atenuar crise econômica
+ Guedes: ‘O Brasil vai surpreender o mundo’ 

O ministro não explicou como serão essas novas parcelas, nem detalhou quem terá direito ou não. Mas indicou que existe a possibilidade de mais parcelas. “Se não descer [curva de contaminação], nós vamos pensar de novo quanto tempo mais nós temos que segurar o fôlego.”

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança