Economia

Guedes critica setores beneficiados por desoneração de folha

O ministro da Economia, Paulo Guedes, criticou nesta quinta-feira setores beneficiados por desoneração de folha de pagamento. Segundo ele, o ideal seria haver uma adesão de todas as áreas para que, no fim, houvesse menos incidência de impostos de forma generalizada. “Desde o dia em que chegamos (ao governo), a equipe econômica sempre disse que o mais cruel dos impostos é o sobre a folha de pagamentos”, lembrou. “Em vez de apoiarem o movimento de redução para todos, só pensam na sua renovação”, continuou.

Guedes disse que sua equipe descobriu 38 milhões de ‘invisíveis’, que o governo decidiu ajuda-los durante a pandemia e que a ideia agora é que sejam reintegrados ao mercado de trabalho.

“Os setores que se beneficiam de desoneração, em vez de terem sensibilidade, e em vez de apoiar um movimento mais amplo para abaixar para todo mundo, só se preocupam em renovar seu próprio subsídio”, reforçou o ministro.

Guedes falou com os repórteres ao sair da reunião do Conselho de Saúde Suplementar, no Ministério da Saúde.



Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km