Ciência

GSK e Sanofi prometem acesso de países pobres a 200 milhões de doses de vacina contra covid-19

Crédito: AFP/Arquivos

Os laboratórios disponibilizarão doses de vacina ao programa internacional Covax, criado pela OMS com o objetivo de garantir um acesso às futuras vacinas (Crédito: AFP/Arquivos)

Os laboratórios Sanofi e GSK anunciaram nesta quarta-feira que disponibilizarão 200 milhões de doses de vacina ao programa internacional Covax, criado pela OMS com o objetivo de ajudar a garantir um acesso equitativo às futuras vacinas contra a covid-19.

Em um comunicado, os laboratórios francês Sanofi e britânico GSK afirmam que assinaram uma “declaração de intenções com o Gavi”, administrador jurídico do mecanismo internacional de compras Covax, “destinado a garantir a cada país participante um acesso justo e equitativo às possíveis vacinas contra a covid-19”.

+ Rússia pede aprovação da OMS para uso emergencial de vacina 
+ Novavax anuncia expansão de testes de vacina contra covid-19

Os grupos “têm a intenção de disponibilizar ao programa 200 milhões de doses de uma vacina” contra a covid-19, “se for aprovada pelas autoridades reguladoras”.

Sanofi e GSK, que desenvolvem em parceria um projeto de vacina, iniciaram em setembro um teste clínico com voluntários e preveem obter os primeiros resultados no início de dezembro. As empresas acreditam que terão condições de iniciar um “teste de fase III antes do fim do ano”.

Thomas Triomphe, vice-presidente executivo da Sanofi Pasteur, e Roger Connor, presidente da GSK Vaccines, citados no comunicado, destacaram a vontade e compromisso de seus laboratórios de fazer com que as vacinas contra a covid-19 estejam acessíveis às populações mais vulneráveis “em todo o mundo”.

No total, 167 países aderiram ao sistema internacional de aquisição e distribuição de vacinas: 92 países de baixa e média renda receberão doses gratuitas, enquanto 75 países ricos que passarão pela Covax para abastecimento, mas precisarão pagar por suas doses.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?