Política

Grupo ocupa sede do Incra para protestar contra ações do governo Bolsonaro

Um grupo de manifestantes invadiu o prédio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Brasília, na manhã desta quarta-feira (9). Nas redes sociais, os responsáveis afirmam que o protesto é “contra os retrocessos do governo (Jair) Bolsonaro nas políticas da terra”. O ato foi organizado pela Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL), com apoio do Coletivo Juntos.

“FNL ocupa agora a sede do Incra em Brasília”, diz a legenda de um vídeo publicado pelo Coletivo Juntos. Na gravação, uma mulher, que afirma fazer parte do grupo de juventude da FNL diz que a manifestação é pelo “direito de moradia”. “Estão tentando nos tirar do nosso acampamento em meio a uma pandemia mundial. Isso a gente não aceita. A gente está aqui para reivindicar o nosso direito e é isso que a gente quer”, declara ela.

Em seguida, um homem que faz parte do Coletivo Juntos acrescenta que o grupo presta solidariedade à reivindicação da FNL para que possam “construir juntos a Reforma Agrária”. Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Incra ainda havia respondido até a publicação desta matéria. O espaço está aberto para manifestações.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?