Giro

Grupo Emirates começa a vacinar os seus funcionários contra a covid-19

Crédito: Divulgação - Emirates Airline

A companhia pretende imunizar 50% dos colaboradores até o fim de março; a empresa está disponibilizando as vacinas da Pfizer e da Sinopharm (Crédito: Divulgação - Emirates Airline)

Os funcionários do grupo Emirates começaram a ser vacinados contra a covid-19. A companhia aérea lançou nesta segunda-feira (18) a sua campanha de vacinação e pretende imunizar mais de 50% dos seus colaboradores até o fim de março.

O programa está sendo coordenado pela Autoridade de Saúde de Dubai e pelo Ministério da Saúde e Prevenção, conforme informações do Aero In. Os funcionários que atuam na linha de frente, incluindo tripulação de cabine, cabine de comando e outras funções com foco operacional, terão prioridade.

+ Após deixar de serem prioritários, governo de SP recua e inclui quilombolas
+ Abrava: reajuste de 2,51% é insuficiente e greve pode ser decidida na 6ª feira

A Emirates Group está disponibilizando aos seus funcionários as vacinas da Pfizer-BioNTech e Sinopharm, que foram aprovadas pelas autoridades de saúde dos Emirados Árabes Unidos.



A vacinação está sendo realizados 12 horas por dia, 7 dias por semana, para garantir que o maior número possível de trabalhadores essenciais da aviação seja imunizado.

Os funcionários do grupo, assim como todos os cidadãos e residentes no Emirados Árabes, podem receber a vacina em centros médicos e clínicas designadas pelo governo.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel