Economia

Grupo Alimentação e Bebidas sobe 1,74% no IPCA em dezembro, mostra IBGE

As famílias voltaram a gastar mais com alimentos no mês de dezembro, embora a alta de preços tenha sido mais branda que a de novembro. O grupo Alimentação e Bebidas saiu de uma elevação de 2,54% em novembro para um avanço de 1,74% em dezembro, dentro do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O grupo contribuiu com 0,36 ponto porcentual para a taxa de 1,35% do IPCA no mês.

Os alimentos para consumo no domicílio subiram 2,12% em dezembro.

O tomate ficou 13,46% mais barato, e as altas em dezembro foram menos intensas nos preços das carnes (3,58%), do arroz (3,84%) e do óleo de soja (4,99%).

Por outro lado, as frutas passaram de aumento de 2,20% em novembro para 6,73% em dezembro.



Já a alimentação fora do domicílio aumentou 0,77% em dezembro, ante elevação de 0,57% em novembro.

Ficaram mais caros no último mês a refeição fora de casa (0,74%) e o lanche (0,89%).

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel