Giro

Grife canadense lança campanha para o home office: paletó, gravata e cuecas

Crédito: Reprodução

A campanha da Henri Vézina aposta no abandono das calças enquanto os homens trabalham de cuecas (Crédito: Reprodução)

A pandemia da covid-19 e o home office impuseram uma nova forma de pensar o trabalho no século 21. Pensando nisso, uma marca de roupas canadense, a Henri Vézina, lançou uma campanha intitulada “Work From Home” incentivando as pessoas a vestirem paletó e gravata normalmente, mas apostarem apenas nas roupas de baixo, como as cuecas, enquanto trabalham em casa.

Segundo o site Ads of The World, a campanha foi elaborada em conjunto com a agência de criação Dentsu e mira em um público de perfil mais executivo.

+ Ações sobre home office sobem 270%; parlamentares propõem novas regras
+ Home office dentro de roda-gigante? Em Tóquio tem.
+ Senador flagrado com dinheiro na cueca pede licença por 90 dias

Em junho, a Prisma, uma marca de roupas de baixo custo, lançou a mesma ideia com as cuecas, mas apostando no modelo samba canção em evidência, de acordo com o Bored Panda.

Veja abaixo algumas peças da campanha:

Divulgação
Divulgação
Divulgação

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?