Economia

Greve geral cancela voos entre Brasil e Argentina

Sindicatos convocaram paralisação de 24 horas, a partir desta terça-feira (30), contra medidas do governo de Mauricio Macri

Greve geral cancela voos entre Brasil e Argentina

As companhias aéreas Aerolíneas Argentinas, Latam, Azul e Gol cancelaram todos os voos com destino e origem a Argentina nesta terça-feira (30) por conta da greve nacional contra um pacote de austeridade do governo de Mauricio Macri. A paralisação convocada pelos sindicatos deve se estender pelas próximas 24 horas.

Em nota, as companhias brasileiras afirmaram que estão prestando assistência aos passageiros e que os voos poderão ser remarcados em outras datas. A Aerolíneas Argentinas, principal empresa aérea do país, afirmou no domingo (28) que mais de 350 voos e 22 mil passageiros serão impactados com a paralisação.

Com o produto interno bruto encolhendo e os preços ao consumidor ficando cerca de 54% mais altos nos últimos 12 meses, Macri vem lutando para colocar a economia de volta nos trilhos, publicou a Reuters. O presidente tentará a reeleição no pleito programado para outubro.

O país enfrenta um novo período de instabilidade economia e programas de austeridade. A Argentina recebeu um novo paco te de ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI) no último ano, com promessa de pagamento do déficit fiscal primário em 2019. Essa meta levou Macri a cortar populares subsídios para a eletricidade e o gás para aquecimento enquanto implementa outras medidas de arrocho.