Giro

Grande Rio registra mais de 150 mortes por arma de fogo desde o início do ano

Pelo menos 150 pessoas morreram na região metropolitana do Rio desde o início do ano baleadas por arma de fogo. Os dados são da plataforma Fogo Cruzado, que registra ainda que em 38 ocasiões pelo menos três civis acabaram mortos em uma mesma ação.

Desde a madrugada de sexta-feira, 23, duas pessoas morreram baleadas. O ambulante Douglas Deividson Bellot, de 36 anos, foi atingido por disparos de fuzil quando voltava para casa na favela do Bateau Mouche, na Praça Seca, zona oeste do Rio. A área é dominada por milicianos.

No início da mesma madrugada, Ladyanne Paulina, de 34 anos, foi morta após ser atingida na cabeça por uma bala perdida. Ela e a namorada fechavam o trailer em que trabalhavam, no Catumbi, zona norte, quando ficaram na linha de tiro druante perseguição policial pela rua Frei Caneca.

Os casos são investigados pela Delegacia de Homicídios.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?