Economia

Governo trabalha firmemente para privatização da Eletrobras, diz secretário

O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Junior, disse nesta sexta-feira, 22, que o governo trabalha firmemente para realizar a privatização da Eletrobras neste ano. Segundo ele, nenhum modelo foi descartado.

Como mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) nesta semana, enquanto o Ministério de Minas e Energia defende a capitalização da empresa e a pulverização de seu controle, o Ministério da Economia estuda a transferência das controladas Chesf, Furnas, Eletronorte e Eletrosul para a subsidiária Eletropar, que seria capitalizada ou venderia cada empresa individualmente.

O secretário disse que o governo está em vias de contratar análises e estudos para realizar a privatização da companhia. “Temos absoluta confiança de que há condições de seguir todas as etapas do cronograma necessário”, disse.

As receitas oriundas da mudança do regime de exploração da energia das hidrelétricas da Eletrobras, de cotas (operação e manutenção) para produção independente (preços livres), de R$ 12,2 bilhões, foram retiradas hoje do Orçamento.

Segundo o secretário, esse número é uma estimativa e os recursos podem até ser maiores.

Ainda de acordo com o secretário, essa receita pode voltar ao Orçamento já na próxima revisão do relatório de receitas e despesas.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança