Economia

Governo passará a comprar energia no mercado livre, diz ministro do Planejamento

Após ter aumento real de 5,6% na conta de energia elétrica e água em 2016, o governo federal mudará a forma de comprar eletricidade. O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou que o governo passará a comprar eletricidade no mercado livre – ambiente de compra usado por grandes clientes que podem comparar preços entre as diversas geradoras do País.

Segundo o ministro do Planejamento, a medida vai economizar até 20% na conta de energia elétrica. Em 2016, a conta de energia e água somou R$ 2,63 bilhões. “Atualmente, o governo compra energia como se fosse um consumidor individual e temos conta na distribuidora. O governo passará a comprar energia no mercado livre” disse o ministro.

Dyogo também comentou que o aumento da conta de energia no ano passado foi gerado pelo reajuste de tarifas adotado por diversas distribuidoras de energia no País. O ministro explicou também que o aumento real de 17,2% nas despesas com diárias (para R$ 1,13 bilhão no ano passado) é resultado da mobilização para grandes eventos, como a Olimpíada e a movimentação da Força Nacional.

“São eventos que demandam o deslocamento de muitas pessoas”, disse, ao comentar que esses eventos exigem o pagamento de diárias a servidores.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel