Giro

Governo federal pede entrega imediata de 6 milhões de doses da Coronavac

Crédito: Pexels

O pedido do ocorre no mesmo dia que o Itamaraty confirmou que haverá atraso na entrega das vacinas da AstraZeneca/Oxford produzidas na Índia (Crédito: Pexels)

O governo federal quer que o Instituto Butantan faça a entrega imediata das 6 milhões de doses da Coronavac, que foram importadas da China. O pedido foi feito nesta sexta-feira (15) em ofício enviado pelo Ministério da Saúde ao órgão.

De acordo com o G1, o ministério diz em documento que solicita os bons préstimos para disponibilizar a entrega imediata das 6 milhões de doses importadas e que estão em análise do uso emergencial pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

+ Pfizer diz que voltará ao cronograma original de entrega de vacinas à UE em 25/1
+ Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, anuncia amplo plano de vacinação

O pedido do governo federal ocorre no mesmo dia que o Itamaraty confirmou que haverá atraso na entrega das vacinas da AstraZeneca/Oxford produzidas na Índia.



O governo brasileiro já tinha até um voo preparado para ir buscar 2 milhões de doses nesta sexta-feira, mas o governo indiano disse que elas ainda não estavam disponíveis. Garantiu que fará a entrega ao Brasil, mas não definiu uma data.

A expectativa é que a vacinação no País comece na próxima quarta-feira (20), conforme calendário estipulado pelo ministro da Saúde Eduardo Pazuello. A Anvisa deve decidir neste domingo se autoriza o uso emergencial das duas vacinas.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel