Economia

Governo estuda uma redução na alíquota máxima do IR

Crédito: Arquivo / Agência Brasil

Atualmente, a taxa é de 27,5%, a maior na tabela da Receita Federal (Crédito: Arquivo / Agência Brasil)

O governo federal tem estudado reduzir a alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física. Atualmente, a taxa é de 27,5%, a maior na tabela da Receita. Ainda não foi definido os números finais, mas técnicos citam percentuais entre 23% e 25%.

De acordo com informações da reportagem da Folha de S. Paulo, a redução seria compensada pelo corte de deduções médicas feitas nas declarações anuais. Segundo o Ministério da Economia, essas deduções representam R$ 15,1 bilhões ao ano dos chamados gastos tributários do governo com saúde.

+ Ainda não recebeu a restituição do Imposto de Renda? Saiba identificar seu status
+ Receita paga hoje R$ 5,7 bilhões em restituição de Imposto de Renda

A Pasta teria apontado que o benefício precisa ser revisto.Desde o ano passado, há uma proposta de criar um teto para controlar esse abatimento. Isso permitiria reduzir também as demais alíquotas.

Essas mudanças fazem parte de um conjunto maior de alterações estudadas pela equipe econômica no Imposto de Renda. Já foi anunciado, por exemplo, ações para uma redução da tributação sobre empresas.

Veja também

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?