Giro

Governo de SP anuncia fechamento do hospital de campanha de Heliópolis

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta segunda-feira, 31, o encerramento das atividades do hospital de campanha de Heliópolis. Inaugurada em maio deste ano, a unidade será fechada na próxima semana. Os 13 pacientes internados na UTI e outros 15 na enfermaria receberão alta de forma gradual ou serão deslocados para outros serviços.

Ao todo, foram atendidos 989 pacientes de 40 cidades no hospital de campanha de Heliópolis. De acordo com Doria, o encerramento agora é possível após a queda de 81% no número de internados na unidade e o objetivo é redirecionar os recursos para a retomada de cirurgias eletivas pelo sistema público de saúde.

Ainda de acordo com o governo do Estado, o fechamento permitirá a ampliação de cirurgias eletivas no ambulatório médico Barradas, onde vinha funcionando o hospital de campanha de Heliópolis. A perspectiva é de sejam feitos 1,2 mil procedimentos ao mês no local.

Segundo Doria, o hospital de campanha que funciona no Ibirapuera continuará funcionando normalmente pelo menos até o final de setembro.

No final de junho, a Prefeitura de São Paulo fechou o hospital de campanha do Pacaembu. E no começo de agosto parte do hospital de campanha que funciona no complexo do Anhembi, e que também é gerido pela Prefeitura, foi parcialmente desativado.

Números da covid-19 em São Paulo

No balanço divulgado nesta segunda-feira, 31, pela Secretaria Estadual da Saúde, São Paulo teve a terceira semana consecutiva de queda nos registros de pessoas infectadas, internadas e óbitos pela doença. Entre 22 e 29 de agosto, houve diminuição de 4% em ambas as taxas, quando comparadas ao mesmo período da semana anterior. Na capital, o índice de internações chegou a cair 4,4%.

Nesta segunda, a taxa média de ocupação dos leitos de UTI no Estado está em 53,9%, a mais baixa desde o início da quarentena. Nas últimas 24 horas, foram registrados 36 óbitos e 938 casos do coronavírus. Às segunda-feiras, os números são mais baixos, por causa de atrasos nas notificações aos finais de semana. Ao todo, o Estado já teve 804.342 mil pessoas infectadas 30.014 mortes pela doença.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?