Edição nº 1142 14.10 Ver ediçõs anteriores

Google pede desculpas

O gigante da internet Google se desculpou com uma série de anunciantes no Reino Unido, como o banco HSBC, a rede BBC e o McDonald’s, após ter veiculado propaganda dessas empresas atreladas a vídeos no YouTube que apresentavam conteúdos racistas, homofóbicos e antissemitas.

Algumas companhias chegaram a retirar seus anúncios do site. A empresa afirmou que está tomando duras providências contra esse tipo de conteúdo e contratando mais pessoas para atuarem nessa verificação. A Inglaterra é o maior mercado da Alphabet, holding que controla o Google, fora dos Estados Unidos, em receita.

(Nota publicada na Edição 1011 da revista Dinheiro)


Mais posts

O impacto do vazamento de petróleo no nordeste

Depois de semanas em que o mundo se acostumou a ler notícias sobre as queimadas na Amazônia, a bola da vez é o mar brasileiro. Desde o [...]

Dias melhores na Kellogg

Para ajudar a combater a fome no País, a subsidiária brasileira da Kellogg doou, de janeiro a junho, 36,4 toneladas de alimentos para [...]

A jornada sustentável para marcas e clientes

Uma pesquisa realizada em parceria entre a Perception e a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e [...]

A aposta ecológica da Tramontina

A marca centenária Tramontina resolveu expandir seus horizontes. Por meio de uma parceria com a Braskem, a empresa está colocando no [...]

O Brasil cada vez mais longe da meta

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tem reiterado que o Brasil está avançando a passos largos para cumprir suas metas em [...]
Ver mais