Tecnologia

Google expande sua nuvem para 3 regiões: Chile, Alemanha e Arábia Saudita

Crédito: Divulgação - Google Cloud

Quando lançada, cada região terá três zonas para proteção contra interrupções de serviço e incluirá um portfólio dos principais produtos do Google Cloud (Crédito: Divulgação - Google Cloud)

O Google Cloud anunciou nesta segunda-feira (21) o novo conjunto de regiões de nuvem. Chile, Alemanha e Arábia Saudita foram os contemplados. Quando lançada, cada região terá três zonas para proteção contra interrupções de serviço e incluirá um portfólio dos principais produtos do Google Cloud, enquanto oferece latência mais baixa para usuários próximos e uma rede global mais robusta de regiões para empresas multinacionais.

Apesar de o anúncio global ter sido formalizado nesta segunda-feira (21), a nova região no Chile já tinha sido divulgada em junho. “Estamos vendo empresas no Chile, de todos os portes, acelerarem a adoção da tecnologia em nuvem para transformar seus negócios e trazer novos produtos e serviços ao mercado local. Essa capacidade de adaptação e adoção de soluções inovadoras é o que nos inspira a continuar pensando em como trabalhar com mais eficiência nesse mercado”, afirmou, à época do anúncio na região, Eduardo López, presidente do Google Cloud para a América Latina.

+ Google lança Blob Opera e usuários podem criar suas próprias melodias
+ Google recebe aval de comissão antitruste para compra da Fitbit por US$ 2,1 bilhões

De acordo com a empresa, o Google Cloud conta com 24 regiões e 73 zonas em 17 países. Em 2020, forma lançadas quatro novas regiões de nuvem – Jakarta (Indonésia), Las Vegas (EUA), Salt Lake City (EUA) e Seul (Coreia do Sul) – e foram anunciadas outras regiões, incluindo Doha (Qatar), Madrid (Espanha ), Milão (Itália) e Paris (França).



Chile
Na América do Sul, as empresas chilenas, grandes e pequenas, estão acelerando a adoção da nuvem e transformando seus negócios para trazer novos produtos e serviços aos clientes.

Alemanha
Na Alemanha, esta segunda região de nuvem complementará nossa região existente em Frankfurt, expandindo nossa capacidade de atender à crescente demanda por serviços de nuvem no país.

Arábia Saudita
Em 2018, anunciamos um memorando de entendimento (MoU) com a Aramco para explorar conjuntamente o estabelecimento de serviços em nuvem na região. Com base nesse MoU, concluímos um acordo em dezembro de 2020 e o Google Cloud agora implantará e operará uma região de nuvem na Arábia Saudita, enquanto um revendedor estratégico local, patrocinado pela Aramco, oferecerá serviços em nuvem aos clientes, com foco particular em empresas no Reino.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel