Ciência

Google Assistant adiciona novos idiomas

Google Assistant adiciona novos idiomas

O Google disse que seu software de assistente digital estaria disponível em mais de 30 idiomas até o final do ano - AFP/Arquivos

O Google disse nesta sexta-feira que seu software de assistente digital estaria disponível em mais de 30 idiomas até o final do ano, conforme a empresa intensifica seus esforços de inteligência artificial contra a Amazon e outros concorrentes.

O Google Assistant, o software de inteligência artificial que está disponível em seus alto-falantes inteligentes, smartphones Android e outros dispositivos, também inclui capacidade multilíngue “para que famílias ou indivíduos que falem mais de um idioma possam falar naturalmente” com o programa, de acordo com uma postagem de blog do Google.

O movimento visa ajudar o Google, que tem ficado para trás no mercado de dispositivos inteligentes contra o hardware alimentado pelo Alexa da Amazon, a aumentar a concorrência em novos mercados.

Enquanto o Alexa atualmente opera apenas em inglês, o Google Assistant trabalha em oito idiomas e a nova iniciativa expande isso.

“Até o final do ano (o Google Assistant) estará disponível em mais de 30 idiomas, atingindo 95% de todos os telefones Android elegíveis em todo o mundo”, disse o vice-presidente do Google Nick Fox na postagem do blog.

“Nos próximos meses, levaremos o Assistant ao dinamarquês, holandês, hindi, indonésio, norueguês, sueco e tailandês em telefones Android e iPhones, e adicionaremos mais idiomas em mais dispositivos ao longo do ano”.

A opção multilíngue estará disponível primeiro em inglês, francês e alemão, com o suporte para mais idiomas vindo “ao longo do tempo”, escreveu Fox.

A mudança ocorre em meio a uma intensa competição entre softwares de inteligência artificial em smartphones e outros dispositivos pela Amazon, Microsoft, Apple, Samsung e outros.

A Amazon tomou a liderança inicial com os alto-falantes do Alexa e acredita-se que ocupe a maior parte desse mercado, com os dispositivos Google Home em um distante segundo lugar.

A Apple teve um início tardio no segmento de alto-falantes com o HomePod, que chegou ao mercado este mês nos EUA, Grã-Bretanha e Austrália.

Veja também

+ Eclipse solar total: saiba onde e quando poderá ser visto o fenômeno
+ Passo a passo: saiba como cadastrar e usar a CNH digital
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?