Economia

Gol diz esperar que órgãos reguladores liberem voos com o 737 Max em dezembro

A Gol espera que os órgãos reguladores liberem voos com o avião 737 Max em dezembro deste ano. Essa é a previsão mais recente da Boeing, fabricante do modelo, destaca a aérea. Em vídeo publicado no site da empresa, o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, indica que não tem intenção de cancelar pedidos da aeronave com a Boeing.

O executivo destaca que o 737 continua sendo o “pilar” da estratégia de melhorar continuamente a estrutura de custos da empresa e internacionalizar a malha aérea. “A Boeing é uma parceira importante da Gol e sabemos que ela está empenhada em endereçar a situação do Max de maneira mais diligente e eficaz possível”, diz Kakinoff.

A frota atual da Gol soma 125 aeronaves, sendo 118 Boeing 737 NG e 7 do modelo Max 8.

A empresa tem ainda 129 pedidos firmes para aquisição de novos aviões, distribuídos em 99 Max 8 e 30 Max 10.



Sobre a possibilidade de um atraso maior da liberação de voos e da produção do Max, os executivos apontam que a Gol tem “flexibilidade” para adiar a devolução programada de alguns NGs.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km

Tópicos

737 Max Gol