Negócios

GM vai usar o Super Bowl para promover a marca e os veículos elétricos

Crédito: Pexels

A companhia investe milhões de dólares para promover suas marcas no Super Bowl, mas dessa vez mudou a estratégia e vai destacar as ações corporativas (Crédito: Pexels)

A GM (General Motors) vai aproveitar o Super Bowl, um dos maiores eventos transmitidos pela TV em todo o mundo, para promover a marca corporativa em um posicionamento comercial da montadora como um player na fabricação de veículos elétricos em grande escala.

Além disso, de acordo com o The Wall Street Journal, a companhia também aproveitará o Super Bowl para fazer um anúncio separado do Cadillac Lyriq totalmente elétrico, com lançamento previsto para o próximo ano.

+ Sony deixa o Brasil e vai fazer carro elétrico na Europa

Normalmente, a companhia investe milhões de dólares para promover suas marcas individualmente no Super Bowl, por isso, a estratégia deste ano chama tanto a atenção.



A GM ainda não divulgou os artistas que participariam da campanha, mas fontes familiarizadas com o esforço disseram que incluiria Will Ferrell, o ator cômico conhecido por seu tempo no “Saturday Night Live” e papéis como Ron Burgundy.

Ao The Wall Street Journal, Deborah Wahl, diretora de marketing global da GM, disse que o esforço de marketing corporativo é uma tentativa de aumentar a conscientização sobre o trabalho da GM em veículos elétricos e, por sua vez, apoiar suas marcas individuais no lançamento de novos modelos na categoria.

 

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel