Mundo

Giuliani e outros advogados ligados a Trump são intimados a depor por ataque ao Capitólio

Crédito: REUTERS/Andrew Kelly

Rudy Giuliani em Nova York (Crédito: REUTERS/Andrew Kelly)

WASHINGTON (Reuters) – O comitê do Congresso dos Estados Unidos que investiga o ataque de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio emitiu nesta terça-feira intimações a três advogados que se juntaram à tentativa frustrada do ex-presidente Donald Trump de reverter sua derrota eleitoral: Rudy Giuliani, Sidney Powell e Jenna Ellis.

Crença em fraude eleitoral segue forte entre eleitores leais a Trump, apesar de rejeição do partido



O comitê da Câmara dos Deputados solicitou que os advogados pró-Trump entreguem documentos e prestem depoimento em 8 de fevereiro.

O deputado Bennie Thompson, presidente do comitê, disse em comunicado que o painel tem a expectativa de que os advogados se juntem às quase 400 testemunhas que falaram no comitê como parte da investigação sobre as causas do ataque.

O comitê também emitiu uma intimação na terça-feira a Boris Epshteyn, um conselheiro político de Trump.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0H11K-BASEIMAGE