Economia

Gestão prezará a transparência, diz presidente do BNDES, sobre balanço

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, abriu a entrevista coletiva para comentar o balanço financeiro do primeiro semestre ressaltando que sua gestão prezará a transparência, sem citar a suposta “caixa-preta” nas operações da instituição. “Queremos prezar pela transparência. Ela passa não apenas por revelar dados, mas também por explicar”, afirmou Montezano, em breve introdução à apresentação, no Rio.

Mais cedo, o BNDES informou, em relatório publicado no Diário Oficial da União (DOU), que registrou no primeiro semestre lucro líquido de R$ 13,808 bilhões, avanço de 190,1% ante os seis primeiros meses do ano passado.

O resultado, turbinado pela venda de participações acionárias na Petrobras, Vale, Rede Energia e, especialmente, na Fibria, após a fusão com a Suzano, foi concentrado no primeiro trimestre, quando o lucro líquido foi de R$ 11,1 bilhões.