Economia

Gandini: governo prometeu terminar mandato com imposto de importação de 20%

O presidente da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa), José Luiz Gandini, disse nesta quarta-feira, 3, que o ministro da Economia, Paulo Guedes, prometeu ao setor terminar o mandato com o imposto de importação menor, na casa dos 20%. Hoje, a taxa é de 35%.

Segundo ele, no entanto, Guedes deixou claro que isso depende da aprovação de reformas estruturais.

Ele afirmou ainda que a volatilidade do câmbio e a economia fraca atrapalharam as vendas de carros importados no Brasil no primeiro semestre. E reclamou que o cenário político tem tornado o ambiente mais confuso. “Se o filho do Bolsonaro entra no Twitter e fala umas coisinhas, o dólar sobe, é muita volatilidade”, disse.

Gandini afirmou que, dentro da Kia Motors, da qual também é presidente, trabalha com o câmbio no patamar de R$ 3,80.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?