Agronegócio

Secretaria do RS informa que gafanhotos vistos em 2 municípios não são danosos

Crédito: Divulgação / RS

As espécies são endêmicas, de ocorrência natural e que normalmente não são pragas de importância agrícola (Crédito: Divulgação / RS)

A Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul emitiu nesta quarta, 2, nota técnica sobre surtos de gafanhotos relatados em alguns municípios gaúchos, esclarecendo que não se trata de espécies migratórias ou danosas às lavouras. “Sua ocorrência é esperada, devido ao clima seco e à baixa precipitação acumulada nas últimas semanas de verão”, informou a pasta.

As espécies foram identificadas pela pesquisadora Kátia Matiotti, da PUC-RS, como indivíduos adultos de Zoniopoda iheringi e ninfas de Chromacris speciosa, ambas da família Romaleidae, “que não têm hábitos migratórios”, reforça a pesquisadora. “São espécies endêmicas, de ocorrência natural e que normalmente não são pragas de importância agrícola.”

+ Nova nuvem de gafanhotos é identificada na fronteira do Brasil, diz governo argentino

Ainda de acordo com a nota da secretaria gaúcha, “as espécies não correspondem à Schistocerca cancellata (gafanhoto que forma nuvens migratórias que atacam plantações), estando momentaneamente descartada a infestação por este gafanhoto migratório”.

Conforme a nota técnica, redigida pelo “Comitê de Emergência Fitossanitária para Schistocerca cancellata“, os surtos foram relatados nos municípios de Santo Augusto, São Valério do Sul e Bom Progresso. De todo modo, a secretaria informa que ambas as espécies estão sendo mantidas no Laboratório de Manejo Integrado de Pragas da Universidade Federal de Santa Maria para estudos. ”

O governo gaúcho também orienta os produtores a não tomarem medidas de controle dessas espécies, “sob possibilidade de aumentar o desequilíbrio entre os inimigos naturais dessas espécies e agravar os danos futuramente”.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel