Edição nº 1125 14.06 Ver ediçõs anteriores

Gafa sob cerco

Uma segunda-feira para ser esquecida pelas tech giants. O anúncio de que o Departamento de Justiça e a Federal Trade Comission (FTC) dos Estados Unidos vão investigar as empresas do acrônimo Gafa (Google, Apple, Facebook e Amazon) por práticas antitruste ou que limitem o livre comércio fez as ações delas desabarem. Em valor de mercado, as quatro ficaram US$ 134 bilhões menores em 24 horas.


Mais posts

5G na América Latina tende para Huawei

Não deve ter sucesso as contundentes investidas do governo Donald Trump de brecar a presença da chinesa Huawei na instalação de redes [...]

Deepfake já engana 3 em 5 pessoas

Pesquisadores americanos da Universidade de Stanford fizeram experimentos de voz em vídeos – acrescentando, excluindo ou alterando [...]

Google faz US$ 4,7 bilhões com notícias

Não existe uma grande redação, um robusto corpo de jornalistas ou mesmo uma operação e processos que remetam a algo parecido a um veículo de comunicação. Ainda assim, apenas em 2018, o Google fez US$ 4,7 bilhões a partir de conteúdo jornalístico de terceiros nos Estados unidos, de acordo com dados da News Media Alliance, […]

Perfil do desenvolvedor

Boa parte das empresas – em especial as gigantes – amplia seus projetos de inovação e tecnologia com desenvolvedores que trabalham fora [...]

Perfil do desenvolvedor

Boa parte das empresas – em especial as gigantes – amplia seus projetos de inovação e tecnologia com desenvolvedores que trabalham fora da estrutura formal. A StockOverflow traz um dos maiores painéis sobre o perfil desse profissional, com perguntas que chegam a ser respondidas por 94 mil pessoas do mundo todo. Mais da metade delas […]

Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.