Giro

Furacão Isaías passa pela Bahamas e segue para a Flórida, em meio à pandemia

O furacão Isaías atingiu o arquipélago caribenho das Bahamas em sua rota para a Flórida neste sábado(01), no momento em que o estado no sudeste concentra um grande número de casos de coronavírus nos Estados Unidos.

O “olho irregular de Isaias” cruzou a ilha de Andros, a maior das Bahamas, na manhã deste sábado e seguia para a Flórida, ameaçando descarregar 200 mm de chuva. Até as 18:00 GMT(15:00 BSB), Isaías soprava com ventos máximos de 120 km / hora – uma ligeira desaceleração em relação à manhã – e se posicionava 225 km a sudeste de Fort Lauderdale, se aproximando a 19 km/hora.

Mas poderia se fortalecer novamente, alertou o National Hurricane Center (NHC), com sede em Miami.

“Embora o Isaías tenha enfraquecido depois de passar pela Ilha Andros, espera-se que ganhe força hoje à noite e domingo de manhã, quando o ciclone se mover sobre as águas quentes do Estreito da Flórida e da Corrente do Golfo”, escreveu ele.

Cerca de 135 pessoas foram alojadas em abrigos nas Bahamas, disse o ministro da Preparação para Desastres, Iram Lewis, ao noticiário local Eyewitness News.

O escritório de gerenciamentode emergências das Bahamas, NEMA, disse em nota que precisou fechar um abrigo porque a tempestade destruiu seu telhado e arrastou seu único ocupante.

O primeiro-ministro deste arquipélago do Caribe, Hubert Minnis, anunciou na noite de quinta-feira um relaxamento das medidas estritas de confinamento pela pandemia para permitir que os moradores se preparassem para o furacão.

No entanto, advertiu: “Não usem este período de preparação para socializar e visitar amigos ou familiares”.

Isaías é o primeiro furacão a passar pelas Bahamas desde que o Dorian, de categoria 5, destruiu no ano passado duas de suas ilhas ao parar por três dias sobre o arquipélago.

– Uma situação flutuante –

Enquanto isso, no sul da Flórida, as primeiras rajadas do Isaías começavam a ser sentidas enquanto o estado enfrentava a crise de sáude.

O presidente Donald Trump assinou uma declaração de emergência para a Flórida para facilitar a ajuda federal.

“As últimas projeções mostram Isaías atingindo a costa leste da Flórida como um furacão de categoria 1 hoje (sábado) ou amanhã”, disse o governador Ron DeSantis.

O NHC espera “condições de furacão” na costa leste da Flórida, de Boca Raton à área de Daytona Beach. O restante do sudeste receberá ventos menos fortes, equivalentes a uma tempestade tropical.

Mas o Isaías se deslocou um pouco mais ao leste, adentrando ao mar. São boas notícias para a Flórida.

“Essa coisa é muito incerta”, disse o governador do estado, Ron DeSantis, em coletiva de imprensa, alertando para possíveis ondas de até 1,2 metro.

Os moradores da Flórida se apressam para fazer compras de última hora e alguns comerciantes fecharam suas portas, apesar de não ser esperado um golpe muito forte por uma população acostumada a ciclones maiores.

“Você sempre tem que se preparar, só para garantir, porque nunca se sabe”, disse Jason Woodall, 44 anos, à AFP na entrada de uma loja na cidade de Miami.

Recordando o furacão Michael, que se transformou de um furacão menor para um de categoria 5 – o maior da escala – algumas horas antes de atingir o nordeste da Flórida em 2018, ele acrescentou: “Ele sempre pode se fortalecer. Lembra o que aconteceu há alguns anos?”

Embora o governador não tenha ordenado evacuações – o que seria difícil em meio à pandemia – ele disse que os hospitais podem achar necessário mover alguns pacientes, dependendo de falta de energia e inundações.

Isaías, uma ameaça menor para os moradores da Flórida, funciona como um teste de como uma emergência como essa poderia acontecer diante da pandemia de coronavírus.

O estado é o segundo com mais casos depois da Califórnia. Seus hospitais estão sobrecarregados e, na sábado, somou 179 mortes por coronavírus em 24 horas, de um total de 7.022 mortes e 480.027 casos.

Os centros de testagem para a COVID-19 na Flórida estão fechados desde quinta-feira até que seja seguro reabrí-los, já que as estruturas de campanha podem não resistir aos ventos de uma tempestade tropical.

Abrigos geralmente são instalados em ginásios de escolas. Com a pandemia, as pessoas com coronavírus ou com suspeita serão isoladas nas salas de aula.

Assim, a ilha caribenha de Porto Rico, que enfrentou os ventos do Isaías na quinta-feira, com força de uma tempestade tropical, utilizou seus abrigos em meio à pandemia.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?