Meio ambiente

Furacão Humberto deixa 28.000 pessoas sem eletricidade em Bermudas

Furacão Humberto deixa 28.000 pessoas sem eletricidade em Bermudas

(Arquivo) Humberto se muda da costa leste dos Estados Unidos, no Oceano Atlântico - NOAA/RAMMB/AFP/Arquivos

O furacão Humberto se dirigia nesta quinta-feira para o norte do Oceano Atlântico depois de arrancar telhados e deixar mais de 28.000 pessoas sem eletricidade ao atravessar as Bermudas, informaram meteorologistas e noticiários locais.

“Passamos por uma noite muito, muito desafiadora”, disse o ministro de Segurança Nacional de Bermudas, Wayne Caines, mencionado no jornal The Royal Gazette.

A empresa de energia das Bermudas, Belco, disse que 28.600 clientes ficaram sem serviço devido à tempestade.

Humberto atingiu o pequeno arquipélago britânico com ventos de furacão, soprando alguns telhados na noite de quarta-feira, de acordo com meteorologistas.

O Centro Nacional de Furacões, com sede em Miami, alertou para possíveis inundações costeiras na costa das Bermudas e que as tempestades poderão criar ondas mortais, da Flórida à Carolina do Norte.

No início da manhã, Humberto ainda era um furacão de categoria 3 e estava a 400 km a nordeste das Bermudas, com ventos estáveis de 205 km por hora.

No entanto, os avisos costeiros ou advertências não permaneceram em vigor.