Giro

Funcionária usa alto-falante de loja americana para demitir e vídeo viraliza

Crédito: Reprodução/Divulgação

Ela conta que está trabalhando há cinco anos antes e descreve seu emprego, bem como dos colegas, como “desgastante e mal pago”. (Crédito: Reprodução/Divulgação)

A americana Beth McGrath, que mora na cidade de Lafayette, no estado de Louisiana, fez algo inusitado e bastante polêmico: decidiu reclamar de seu emprego no hipermercado Walmart e pedir demissão usando o alto-falante da loja.

Em vídeo compartilhado no Facebook no dia 14 de setembro e que já conta com mais de 345.000 visualizações, McGrath aparece usando o microfone do sistema de informações do estabelecimento para expor tudo que estava pensando.

+ Demissão por WhatsApp: prática não é ilegal

“Atenção, compradores e associados do Walmart, meu nome é Beth, da eletrônica”, diz a americana ao iniciar sua fala no alto-falante.



Ela conta aos demais funcionários e clientes da loja que está trabalhando há cinco anos antes e descreve seu emprego, bem como dos colegas, como “desgastante e mal pago”.

Beth McGrath prossegue detalhando os muitos problemas que enfrenta em seu trabalho diário.

“Somos maltratados pela gerência e pelos clientes todos os dias. Sempre que apresentamos um problema a um gerente, somos informados de que somos substituíveis”, revela a ex-funcionária do Walmart na gravação da rede social.

Ela se mostra descontente e ataca os constantes “assédios” que afirma ter experimentado no trabalho, rotulando um dos gerentes de “pervertido” e acusando os demais de maltratarem a ela e aos colegas.

“Espero que vocês não falem com suas famílias da mesma forma que falam conosco”.

O discurso de McGarth representa a realidade de muitos trabalhadores descontentes e é concluído no melhor estilo “chutando o balde”: “foda-se a gerência, foda-se este trabalho. Eu me demito”.

Claro que a gravação compartilhada no Facebook rendeu inúmeros comentários, a maioria elogiando as atitudes da americana.

“Você fez bem”, diz a usuária Rosita Mogindol. “Isso exigiu muita coragem”, comenta o perfil Jackie Seaman. “Parabéns, senhorita. Tudo o que disse é verdade”, diz a internauta Debra Smith, também em resposta ao post da rede social.

Após a repercussão de seu pedido de demissão acalorado, Beth McGrath voltou a publicar um vídeo no Facebook oferecendo conselhos a qualquer pessoa que enfrente dificuldades no local de trabalho.

“Não tenha medo de falar o que te incomoda, mesmo que isso acabe com você”, diz ela em gravação compartilhada dia 15 de setembro.

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km