Giro

Fumaça do Pantanal e da Amazônia parte de São Paulo em direção ao Rio e Minas

Um corredor de fumaça formado nas queimadas do Pantanal, Amazônia e Bolívia está a caminho do Rio de Janeiro e Minas Gerais, após atingir a cidade de São Paulo e o interior do Estado neste sábado. A tendência é de piora qualidade do ar na região Sudeste do País, o que pode provocar problemas respiratórios na população e a ocorrência de chuva preta, segundo a MetSul Meteorologia.

O número de queimadas no Pantanal bateu recorde para um mês apenas nos primeiros 16 dias de setembro. Além disso, nos últimos dias, a Bolívia voltou a enfrentar grandes incêndios, o que representa mais uma fonte de carbono negro na atmosfera.

A fumaça já está contribuindo para piorar a qualidade do ar em alguns pontos da região metropolitana paulista. De acordo com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), foram registrados hoje alertas laranja e vermelho, que sinalizam qualidades de ar ruim e muito ruim, respectivamente.

A MetSul Meteorologia prevê ainda a possibilidade de ocorrência de chuva preta na capital e no interior paulista e em alguns locais do Mato Grosso do Sul até o início da semana.

O mesmo fenômeno aconteceu em agosto do ano passado, quando nuvens escuras típicas de um dia de tempestade, com redução de luminosidade, provocaram a sensação de que a noite tinha chegado mais cedo do que habitualmente. Neste caso, a chuva preta foi causada por incêndios na Bolívia e na região amazônica.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?