Frio aquecido

A Kroton, dona de bandeiras educacionais como Anhanguera, Fama e Unopar, fechou uma parceria com a Cruz Vermelha Brasileira para arrecadar doações de casacos, calçados, cobertores e outras roupas de frio, nos tamanhos adulto e infantil, que estejam em bom estado de conservação. A organização humanitária também aceita roupas e sapatos — especialmente nas regiões Norte e Nordeste, onde o inverno não é tão rigoroso. Todas as peças arrecadadas serão encaminhadas a instituições de caridade e a pessoas que vivem nas ruas. Os pontos de coletas estão distribuídos nas unidades de ensino do grupo em todo o País. Os interessados em contribuir com a iniciativa — alunos ou não — terão até o dia 31 de agosto para participar. “Encontramos na Cruz Vermelha Brasileira uma alternativa para mobilizar alunos, colaboradores e toda a comunidade local”, afirma Marina Pequeneza de Moraes, coordenadora de Responsabilidade Social da Kroton.

(Nota publicada na Edição 1129 da Revista Dinheiro)


Mais posts

A saída está no canteiro de obras

Retomada do emprego no Brasil ainda depende diretamente da reativação de obras públicas paralisadas. O problema é que com a União, os [...]

Responsabilidade ambiental nas salas de aula

Inovação e sustentabilidade podem coexistir nas escolas? Para a personagem virtual Valentina Faz, isso parece ser uma possibilidade. [...]

Bolsonaro para menores

A ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, conseguiu tirar o presidente Jair Bolsonaro do sério. Em 8 de dezembro, a fundadora do [...]

Os desafios para um futuro sustentável, segundo a Electrolux

O grupo Electrolux se uniu à empresa United Minds para investigar os comportamentos e as preocupações em assuntos relacionados à [...]

Desmatamento ilegal para produção de soja entra na mira de 87 empresas europeias

O cerco contra a política ambiental do governo de Jair Bolsonaro está se fechando. Em 2 de dezembro, um grupo de 87 companhias [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.