Giro

França entrega feira de arte contemporânea de Paris a organizadores da Art Basel

PARIS (Reuters) – A França entregou a organização de uma das principais feiras de arte contemporânea do mundo à empresa responsável pelo evento suíço Art Basel por um período de sete anos, em um processo criticado como “expropriação” pela empresa local que organizou o evento pelos últimos 15 anos.

A polêmica em relação ao processo, classificado por alguns no mundo da arte como “a guerra das feiras”, vem se desenrolando desde o ano passado e o resultado será que a empresa proprietária da Swiss Art Basel, a MCH, irá lançar uma feira de arte contemporânea renomeada em Paris.



A RX France, que organizava o evento anual FIAC de arte contemporânea em Paris até o ano passado, vai continuar organizando a feira anual internacional de fotografia, e a Reunião dos Museus Nacionais (RRM), afirmou a empresa na quarta-feira. 

Em uma entrevista ao diário francês Le Monde, o diretor da RX France Michel Vilair disse no mês passado que a RX contestou o processo de licitação, descrevendo-o como uma “tentativa de expropriação”. 

A RX France, que faz parte do grupo anglo-holandesa de organização de eventos RELX (chamado anteriormente de Reed Exhibitions), não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters. 

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


As feiras de arte foram duramente atingidas pela Covid-19.

(Reportagem de Geert De Clercq, Laetitia Volga e Richard Lough)