Mundo

Fóssil pré-histórico no Peru lança luz sobre origem marítima dos crocodilos

Fóssil pré-histórico no Peru lança luz sobre origem marítima dos crocodilos

Fóssil pré-histórico no Peru lança luz sobre origem marítima dos crocodilos



Por Carlos Valdez

LIMA (Reuters) – A descoberta de um fóssil de crocodilo pré-histórico de cerca de 7 milhões de anos no Peru deu aos paleontologistas mais pistas sobre como os crocodilos modernos, todos criaturas de água doce no país andino, chegaram pela primeira vez à terra saindo do mar.

Crocodilos ameaçados de extinção nascem no zoológico do Peru

Segundo uma equipe de pesquisa peruana que analisou restos de mandíbula e crânio da espécie, o animal provavelmente teria cruzado o Oceano Atlântico até a costa da América do Sul, posteriormente populando o que agora é o sul do Peru.



O pesquisador Rodolfo Salas disse que sua equipe havia coletado esqueletos parciais dessa espécie nos últimos anos e que, após encontrar uma mandíbula no deserto de Sacaco no Peru em 2020, eles entenderam que esses animais evoluíram após viverem em água salgada.

“A nova espécie de crocodilo que estamos apresentando ao mundo viveu em Sacaco 7 milhões de anos atrás”, disse Salas, sobre a espécie, que foi chamada de Sacacosuchus cordovai. O ancestral do crocodilo teria quatro metros de comprimento, acrescentou.

Outros esqueletos de animais pré-históricos já foram encontrados em Sacaco. Especialistas dizem que milhões de anos atrás o deserto era um fundo do mar habitado por baleias, tubarões gigantes e crocodilos, entre outras espécies marinhas.


Em março, uma equipe de paleontologistas liderada por Salas apresentou o fóssil do crânio de um “monstro marítimo” de 12 metros de comprimento, um predador que viveu 36 milhões de anos atrás em um oceano antigo na costa central do Peru.

(Reportagem de Carlos Valdez, da Reuters TV)

tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI4G13B-BASEIMAGE