Economia

Ford para produção no ABC; Toyota, Renault e Peugeot também relatam interrupções

Ford para produção no ABC; Toyota, Renault e Peugeot também relatam interrupções

AFP/Arquivos

A Ford, que no início da greve dos caminhoneiros interrompeu a sua produção em Camaçari (BA) e Taubaté (SP), informou que, desde a quarta-feira, 23, a suspensão também se estende à fábrica de São Bernardo do Campo, a mais antiga da montadora no Brasil.

A Renault, que conta com fábrica em São José dos Pinhais (PR), também está com a produção suspensa desde a quarta. A montadora vinha produzindo cerca de 1.300 veículos por dia. A produção de motores, que também foi interrompida, estava em ritmo de 1.400 unidades por dia.

Além delas, a Toyota e a Peugeot também relataram que estão com linhas de produção paradas desde a quarta. No caso da Toyota, a interrupção ocorre nas fábricas de Sorocaba e Indaiatuba, ambas no interior de São Paulo.

As unidades de São Bernardo do Campo e Porto Feliz, também em São Paulo, continuam operando normalmente.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel