Giro

Ford lança Ranger 2022 e ‘pede’ confiança aos brasileiros

Crédito: Divulgação/Ford

A solicitação de confiança vem após a Ford, em janeiro de 2021, anunciar que deixaria de produzir carros no Brasil (Crédito: Divulgação/Ford)

A Ford lançou a picape Ranger 2022 no Brasil. O modelo, que é fabricado na Argentina, aparece no site da montadora com uma mensagem subliminar na placa, com os dizeres “CO NF1 4R”.  Vendo rapidamente se identifica a palavra “confiar”.

A solicitação de confiança vem após a Ford, em janeiro de 2021, anunciar que deixaria de produzir carros no Brasil e passaria a ser apenas uma importadora de modelos premium.

+ Ford vai fechar 160 concessionárias e terá de brigar pelas lojas que vão restar
+ Ford investe US$ 1 bilhão na Alemanha para migrar para a eletricidade na Europa

A nova Ranger conta como destaque o sistema de conectividade FordPass Connect de série. Por meio do aplicativo, o motorista interage com a picape onde estiver, como, por exemplo, travar e destravar as portas, saber onde o veículo está em tempo real e ligar o ar-condicionado.

Ao todo, a picape conta com sete versões, com a opção de dois motores de 200cv e 160cv. Os preços partem de R$ 163.490.

Veja os modelos e preços oferecidos para a Ranger 2022:

XL Cabine Simples 2.2 4×4 MT: R$ 163.490

XL Cabine Dupla 2.2 4×4 MT:  R$ 171.590

XLS Cabine Dupla 2.2 4×4 AT: R$ 200.990

Storm Cabine Dupla 3.2 4×4 AT: R$ 200.390

XLT Cabine Dupla 3.2 4×4 AT: R$ 228.990

Limited Cabine Dupla 3.2 4×4 AT: R$ 249.990

 

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel