Negócios

Ford compra a Spin e montadoras começam a apostas em scooters elétricas

Spin, Bird e Lime em seu primeiro ano de operação completaram 10 milhões de viagens. Crescimento mais rápido que Uber e Lyft.

Ford compra a Spin e montadoras começam a apostas em scooters elétricas

Em entrevista para a DINHEIRO, Pablo Di Si, presidente da Volkswagen para a América Latina, afirmou que a marca está começando a investir em bicicletas elétricas. A novidade porém, não é restrita a montadora alemã. Nesta semana, a Ford anunciou a compra da Spin, uma startup de aluguel de scooters elétricas. A empresa começou realizando aluguel de bicicletas sem a necessidade de pará-las em lugares específicos (como a Yellow no Brasil), porém percebeu que o mercado para scooters era  mais rentável.

A Spin tem como principal concorrente a Lime e Bird, empresas com modelo de negócio agressivo, que conseguiram realizar grandes rodadas de investimento e hoje estão presentes em mais cidade do que a Spin. A Ford já anunciou grandes planos para sua nova aquisição.

Segundo Sunny Madra, vice presidente da Ford X, grupo focado em desenvolver nova soluções de mobilidade, eles pretendem levar a Spin para mais e 100 cidades nos próximos 18 meses. Atualmente ela está presente em 14 cidades e alguns campus de universidades. O CEO da empresa de scooter sharing, Derrick Ko, declarou que a chegada da Ford fortalece a empresa para planos a longo prazo.

O movimento da empresa chega em um momento em que outras montadoras anunciam iniciativas de mobilidade. A GM recentemente anunciou uma linha de bicicletas elétricas, enquanto a Daimler irá começar a testar um serviço próprio de aluguel de scooters elétricas.

O tamanho do negócio pode ser compreendido com o números apresentados pela Bird e Lime em seu primeiro ano de operação, quando completaram 10 milhões de viagens. Crescimento mais rápido que Uber e Lyft. Segundo pesquisa do departamento americano de pesquisas de viagem, mais da metade dos traslados feitos no país são de menos de 4,8 km. É neste cenário que empresas como a Spin, Lime e Bird entram, garantindo opções rápidas, baratas e sustentáveis para este tipo de viagem.