Giro

Forças Armadas francesas compraram cloroquina “por precaução”

Crédito: AFP/Arquivos

A hidroxicloroquina e um composto relacionado, a cloroquina, são utilizados há décadas para tratar a malária, bem como distúrbios autoimunes, lúpus e artrite reumatóide (Crédito: AFP/Arquivos)

O Ministério da Defesa francês reconheceu nesta sexta-feira que havia comprado cloroquina na China para ter uma reserva “por precaução”, caso esse tratamento, cuja eficácia contra o coronavírus é foco do debate no mundo, seja finalmente validado pelas autoridades de saúde.

“Em um contexto de fortes tensões no fornecimento de matérias-primas para uso farmacêutico, o Ministério da Defesa fez uma compra por precaução, se a cloroquina fosse validada pelas autoridades de saúde como útil para combater o COVID-19”, informou o ministério, após a publicação nas redes sociais de um vídeo mostrando essa entrega aos exércitos.

+ Brasil registra mais de 50 mil casos confirmados do novo coronavírus

Colombianos penduram panos vermelhos nas janelas para sinalizar fome

O francês Didier Raoult, especialista em doenças infecciosas, defende desde o início da epidemia o uso da hidroxicloroquina (derivada da cloroquina, uma droga antimalárica) para combater o novo coronavírus. Alguns médicos, governos ou políticos advogam que este medicamento seja amplamente administrado.

No entanto, grande parte da comunidade científica e das organizações de assistência à saúde exige uma validação científica rigorosa, alertando para possíveis riscos para os pacientes, especialmente os cardíacos.

Na pendência desses resultados, a França autorizou o uso de hidroxicloroquina apenas no hospital e apenas em casos graves.

Questionado sobre as compras em sua coletiva de imprensa diária sobre a crise da pandemia, o diretor-geral da Saúde, Jérôme Salomon, disse na sexta-feira “não ter que comentar as decisões do Ministério da Defesa”.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?