Fome de solidariedade

A Endered Brasil, por meio da marca de benefícios Ticket, doará R$ 0,10 para cada transação realizada pelos cartões Ticket Alimentação Natal entre 13 de agosto e 31 de dezembro deste ano. O valor arrecadado será direcionado à ONG Arrastão, que atua na região do Campo Limpo Paulista e promove a capacitação de jovens que vivem em condição de pobreza. O objetivo da empresa é atingir uma quantia que possa ajudar a capacitar 240 adolescentes para o mercado de trabalho por meio de cursos de técnicas em gastronomia. “A culinária e a gastronomia têm o poder de gerar transformação e sua associação com a capacitação amplia a compreensão sobre a importância da alimentação saudável”, afirma Felipe Gomes, diretor-geral da Ticket.

(Nota publicada na Edição 1136 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Meninas entram no mundo da robótica

O projeto As Donas da Robótica, do Instituto Francisca de Souza Peixoto, foi aprovado para receber aporte do Fundo da Infância e [...]

Sem trabalho infantil

É difícil encontrar alguém que não goste de chocolate. Mas há um problema por trás de sua produção que muita gente não imagina. A [...]

Energia limpa e 60% nacional

A turbina eólica Cypress, fabricada pela GE Renewable Energy, obteve o código Finame depois de o BNDES aprovar o credenciamento do [...]

Iberostar investe na economia circular

O grupo espanhol Iberostar, com três resorts no Brasil – dois na Bahia e um no Amazonas –, colocou a economia circular no centro de sua [...]

Suporte é ferramenta para evitar acidentes ambientais

Nos meios produtivos, o cumprimento de exigências ambientais depende muito da qualidade e do uso correto de determinados dispositivos. [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.