Economia

FMI vai discutir revisão de taxas de juros a pedido da Argentina

FMI vai discutir revisão de taxas de juros a pedido da Argentina

Logotipo do Fundo Monetário Internacional (FMI) em edifício de Washington DC. - AFP

O Fundo Monetário Internacional (FMI) vai discutir a revisão de suas taxas de juros na reunião periódica entre seus membros, revelou a diretora-gerente do Fundo nesta quarta-feira (7), após um pedido da Argentina.

A diretora do FMI, Kristalina Georgieva, afirmou que a Argentina solicitou a revisão das taxas de juros “em um momento em que o Fundo faria uma revisão periódica de suas cobranças”.

“Este é o momento em que esse tipo de assunto pode ser discutido”, disse Georgieva a jornalistas durante as reuniões semestrais da organização.

“Como sempre, ouvimos os membros e depois procuramos um caminho que faça sentido e onde haja consenso”, acrescentou.

A Argentina e o FMI estão em uma lenta negociação para estabelecer os novos termos de um gigantesco empréstimo concedido ao país em 2018 no valor de 57 bilhões de dólares, dos quais Buenos Aires recebeu 44 bilhões.

O Ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, apoiou esta semana uma proposta no âmbito do G24 de realizar “uma revisão da política de limites de acesso e das taxas de juros em programas de empréstimo do FMI”.

Guzmán disse em um comunicado que “no contexto da pandemia, uma suspensão imediata dos encargos, enquanto as políticas são revisadas, ajudaria os países a se recuperar e deve ser considerada”.

A princípio, Guzmán expressou a disposição de seu país de chegar a um acordo sobre o programa com o Fundo antes de maio, mas o presidente Alberto Fernández indicou em várias ocasiões que não quer se apressar.

As eleições legislativas na Argentina em outubro podem afetar o calendário das negociações.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel