Geral

FMI rebaixa perspectivas de crescimento dos EUA

O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou hoje, em Kuala Lumpur, que rebaixou as perspectivas de crescimento econômico dos Estados Unidos porque prevê que a política fiscal “não será tão expansiva” como se tinha pensado.

A maior economia do mundo crescerá este ano 2,1% e no ano seguinte 2,1%, menos que 2,3% e 2,5% que os especialistas do FMI calcularam em abril.

“O crescimento dos Estados Unidos deveria se manter acima da sua taxa de crescimento potencial a longo prazo durante os dois próximos anos, mas reduzimos as perspectivas”, disse o diretor de Investigação do FMI, Maurice Obstfeld, durante uma apresentação na Malásia transmitida ao vivo pela internet.



Obstfeld afirmou que o rebaixamento foi aplicado porque “a política fiscal dos EUA parece menos provável que seja tão expansiva como acreditávamos em abril”.

“As expectativas do mercado a respeito do estímulo fiscal também se moderaram”, sinaliza a atualização elaborada pelo organismo.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

FMI