Finanças

Fluxo cambial total em janeiro até dia 24 é negativo em US$ 11 milhões

Depois de encerrar dezembro de 2019 com saídas líquidas de US$ 17,612 bilhões, o País registrou fluxo cambial negativo de apenas US$ 11 milhões em janeiro até o dia 24, informou nesta quarta-feira, 29, o Banco Central.

O canal financeiro apresentou entradas líquidas de US$ 616 milhões no período. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 42,377 bilhões e de retiradas no total de US$ 41,760 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo de janeiro até o dia 24 é negativo em US$ 627 milhões, com importações de US$ 10,260 bilhões e exportações de US$ 9,633 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,354 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,765 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 6,514 bilhões em outras entradas.

Semana passada

De acordo com o BC, o fluxo cambial registrado na semana passada (de 20 a 24 de janeiro) ficou negativo em US$ 246 milhões.

O canal financeiro apresentou saída líquida de US$ 38 milhões na semana, resultado de aportes no valor de US$ 8,933 bilhões e de envios no total de US$ 8,971 bilhões.

No comércio exterior, o saldo na semana passada ficou negativo em US$ 208 milhões, com importações de US$ 3,113 bilhões e exportações de US$ 2,905 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 438 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio, US$ 535 milhões em Pagamento Antecipado e US$ 1,931 bilhão em outras entradas.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel