Economia

Financiamento imobiliário fica 30% mais barato com redução na taxa de juros

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Em um financiamento de R$ 400 mil em 360 meses, o comprador vai economizar cerca de R$ 240 mil só com a diferença na taxa de juros (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

O sonho da casa própria está mais acessível para os brasileiros. Com a Selic no menor patamar histórico, as taxas de juros para o financiamento imobiliário também apresentaram redução e contribuíram para que a prestação caiba no bolso de mais trabalhadores.

A plataforma imobiliária Kzas fez uma simulação com um imóvel de R$ 500 mil, com entrada de R$ 100 mil, ou seja parcelando R$ 400 mil em 360 meses. Em 2016, você pagaria uma parcela inicial de R$ 4.630,43. Agora, esse mesmo empréstimo começa com prestação de R$ 3.369,60. Vale destacar que o cálculo foi feito considerando o juro médio do mercado em cada ano.

+ Caixa registrou em julho maior valor histórico mensal no crédito imobiliário
+ Itaú lança crédito imobiliário indexado ao rendimento da poupança

“Como se trata de um financiamento longo, ao final do contrato, o mutuário terá economizado cerca de R$ 240 mil só com a diferença na taxa de juros”, calcula Eduardo Muszkat, CFO e co-fundador da plataforma Kzas.

O resultado dessa redução já pode ser sentido no aumento da liberação de crédito mesmo com a pandemia da covid-19. Segundo a Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), os financiamentos avançaram 74,7%, atingindo R$ 11,7 bilhões nos oito primeiros meses deste ano na comparação com igual período do ano passado.

E a tendência é que novas mudanças reduzam ainda mais o custo do crédito imobiliário. Recentemente, o Itaú lançou uma linha de crédito imobiliário indexada pelo rendimento da poupança com taxas partindo de 5,39%.

A novidade vale para quem quer adquirir um novo imóvel. A linha terá uma taxa de juros fixa de 3,99% ao ano e utilizará como indexador o rendimento da poupança, que acompanha a Selic.

Com isso, a taxa para os clientes que contratarem financiamentos imobiliários nesta nova linha, com os valores atuais, será de 5,39% (3,99% + 1,4%) ao ano, a menor do mercado.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel