Mundo

“Fim da linha” se aproxima para salvar acordo nuclear do Irã, diz França

Crédito: REUTERS/Leonhard Foeger

Em 2018, o então presidente norte-americano Donald Trump abandonou o acordo e restaurou sanções dos EUA contra o Irã (Crédito: REUTERS/Leonhard Foeger)

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) – A porta para ressuscitar o acordo nuclear com o Irã de 2015 está aberta por enquanto, mas as tentativas de reviver o pacto estão “rapidamente chegando ao fim da linha”, afirmou o embaixador da França na ONU nesta terça-feira.



“Estamos nos aproximando do ponto em que as escaladas do Irã em seu programa nuclear terão esvaziado completamente o JCPOA”, disse Nicolas de Rivière a repórteres, se referindo à sigla em inglês para o Plano de Ação Conjunto Abrangente de 2015 entre seis potências –Reino Unido, China, França, Alemanha, Rússia e Estados Unidos– e o Irã.

“O Irã tem que escolher entre o colapso do ´plano e um acordo justo e abrangente… as escaladas nucleares contínuas do Irã significam que estamos rapidamente chegando ao fim da linha”, disse Rivière ao lado dos embaixadores na ONU de Reino Unido e Alemanha, grupo conhecido como E3.

+França e China acertam comércio de carne de porco diante da ameaça de peste suína

“O programa nuclear do Irã nunca esteve mais avançado do que está hoje. A escalada nuclear está minando a paz internacional e a segurança e o sistema de não proliferação global”, acrescentou.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!



Sob o acordo de 2015, o Irã limitou seu programa nuclear –que, segundo os temores do Ocidente, seria usado para desenvolver armas, o que Teerã nega– em troca de alívio de sanções dos EUA, da União Europeia e da ONU.

Em 2018, o então presidente norte-americano Donald Trump abandonou o acordo e restaurou sanções dos EUA contra o Irã, levando Teerã a começar a violar as suas restrições nucleares cerca de um ano depois.

(Reportagem de Arshad Mohammed e Daphne Psaledakis, em Washington)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHBD15A-BASEIMAGE