Economia

Filipinas compram seis aviões de combate da Embraer

Filipinas compram seis aviões de combate da Embraer

(Junho) Pavilhão da Embraer no salão de Le Bourget - AFP/Arquivos

O Exército das Filipinas, que luta contra extremistas ligados ao grupo Estado Islâmico (EI) e contra guerrilhas comunistas, vai adquirir seis aviões A-29 fabricados no Brasil para suas missões de apoio aéreo, informaram autoridades.

A companhia brasileira Embraer Defense ganhou a licitação pública para fornecer as seis aeronaves por 98,5 milhões de dólares, informou o Ministério das Finanças das Filipinas em um comunicado.

“Vão ser os principais aviões de apoio aéreo da Força Aérea das Filipinas”, indicou.

A Embraer anunciou em um comunicado que recebeu um pedido de “seis aeronaves de ataque leve e treinamento avançado A-29 Super Tucano” ao final de um processo de licitação.

A entrega dos dispositivos começará no início de 2019, indicaram o ministério e a Embraer.

O governo filipino não especificou onde os aviões seriam implantados, mas o exército filipino desejava há tempos adquirir aeronaves de combate para enfrentar os extremistas muçulmanos no sul do país e os rebeldes comunistas nas áreas rurais.

A Força Aérea das Filipinas utiliza atualmente aviões americanos OV-10 para bombardear posições insurgentes.

Esses aviões, que datam da Guerra do Vietnã, participaram dos confrontos de maio a outubro contra partidários do EI que assumiram o controle da cidade de Marawi, no sul das Filipinas.