Giro

Fila da vacinação: veja se você faz parte de grupos com comorbidades ou prioritários

Crédito: Governo do Estado de São Paulo

Pessoas com comorbidades ou de grupos prioritários estão recebendo vacina em SP (Crédito: Governo do Estado de São Paulo)

A vacinação da população em todo o Brasil anda em ritmo abaixo do ideal e se vê muita gente necessitada tendo que esperar dias e dias pela sua dose. Outros, no entanto, não sabem que talvez estejam em grupos que devem ser passados à frente, mas sem furar a fila de forma ilegal. São os chamados grupos prioritários – qua atuam em serviços com maior risco de contágio – e os grupos com comorbidades (condições ou doenças que os tornam mais vulneráveis ao vírus).

Em condições normais, o Estado de SP São Paulo ainda não vacionou pessoas abaixo dos 59 anos, o que deve começar nas próximas semanas.

Algumas cidades já imunizaram boa parte da população, como foi o caso de Serrana e Botucatu, ambas no interior de São Paulo.

Com essa confusão sobre a chegada de insumos e doses ao Brasil e a desorganização na distribuição das vacinas, relacionamos um guia para você saber se pode receber a vacina já ou deve esperar a vez como todo mundo.



+ OMS alerta para doações insuficientes de vacinas para junho e julho

Quem já pode se vacinar?

Veja abaixo os grupos que já podem se vacinar em algum posto de saúde do estado de São Paulo:

– Pessoas com comorbidades com 30 anos e mais;

– Pessoas com Deficiência Permanente, beneficiários do BPC, com 30 anos e mais;

– Aeroportuários do Aeroporto de Congonhas – funcionários do aeroporto e dos serviços auxiliares ao transporte aéreo;

– Aeronautas – funcionários das companhias aéreas nacionais;

– Profissionais de Saúde com 18 anos e mais;

– Acadêmicos em Saúde cursando o último ano de formação;

– Estudantes de área técnica em saúde, cursando o último ano e em estágio;

– Pessoas com comorbidades com 40 anos e mais;

– Pessoas com Deficiência Permanente, beneficiários do BPC, com 40 anos e mais;

– Pessoas com 45 anos e mais com comorbidade e com deficiência permanente;

– Trabalhadores de transporte coletivo (motoristas e cobradores);

– Profissionais de Saúde com 30 anos e mais;

– Gestantes e Puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidades (acima de 18 anos);

– Profissionais de Saúde com 42 anos e mais;

– Pessoas com comorbidades com 50 anos e mais;

– Pessoas com Deficiência Permanente beneficiários do BPC com 50 anos e mais;

– Profissionais de Saúde com mais de 18 anos que sejam gestantes e puérperas (até 45 dias pós-parto) e lactantes (até 2 anos);

– Metroviários e ferroviários (área de segurança, manutenção, limpeza e agentes de estação na linha de frente com 47 anos ou mais, além de operadores de trem de todas as idades);

– Pessoas com Síndrome de Down (18 a 59 anos);

– Pacientes em Terapia Renal Substitutiva (18 a 59 anos);

– Pessoas transplantadas imunossuprimidas (18 a 59 anos);

– Idosos com 60 anos ou mais;

– Profissionais de saúde com 47 anos ou mais;

– Profissionais da Educação com 47 anos ou mais;

– Pessoas em situação de Rua Cadastradas nos Centros de Acolhida;

– Trabalhadores de cemitérios públicos e privados do município de São Paulo;

– Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis da SMADS;

– Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis da SMDHC;

– Pessoas em situação de rua (com mais de 60 anos);

– População indígena vivendo em terras indígenas;

– Quilombolas;

– Pessoas com 18 anos ou mais com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas);

– Pessoas com 60 anos ou mais residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas).

Como saber se tenho comorbidade?

Para descobrir se você tem comorbidade é preciso se enquadrar em algum tipo dos problemas listados abaixo. Lembre-se que laudos médicos, ou comprovantes técnicos, serão exigidos no ato da vacinação. E serão retidos para possível averiguação, medida que tenta inibir oportunistas de trazer atestados falsos.

Lista de comorbidades indicada pelo Ministério da Saúde
Lista de comorbidades indicada pelo Ministério da Saúde (Crédito:Governo do Estado de São Paulo)

Mais informações como pontos de vacinação e documentos, podem ser encontradas clicando aqui.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

A vacinação está lenta? abono salarial aparece como pago Acadêmicos em Saúde cursando o último ano de formação acientes em Terapia Renal Substitutiva animais coronavírus animais podem passar coronavírus AstraZeneca astrazeneca eficácia astrazeneca suspensão astrazeneca trombose aztrazeneca coágulos Fiocruz beneficiários do BPC beneficiários do BPC com 30 anos e mais BioNTech Brasil possui neste momento vacina para aplicar em toda a população? capitais vacinação coágulo coágulos cobradores colapso da saúde Com a chegada de mais vacinas Como comprovar comorbidade vacina? como faço para me vacinar? Como saber se tenho comorbidade? Como vai funcionar a vacinação das pessoas com comorbidades? comorbidades coronavírus cura Covid variantes crise vacinação duas doses vacinas diferentes efeitos colaterais Estudantes de área técnica em saúde cursando o último ano e em estágio falta de doses falta vacina farmacêuticas FNP Frente nacional de prefeitos funcionários das companhias aéreas nacionais Gestantes e Puérperas imunizantes brasil indígena Johnson & Johnson coágulos suspensão Metroviários e ferroviários moderna uso pediátrico motoristas Mutações covid Brasil mutações SP o Brasil tem dose pra vacinar todo mundo o que é variante? pandemia pandemia quantos já morreram? Pessoas com 45 anos e mais com comorbidade e com deficiência permanente Pessoas com comorbidades com 30 anos e mais Pessoas com comorbidades com 40 anos e mais Pessoas com Deficiência Permanente Pessoas com Síndrome de Down Pessoas transplantadas imunossuprimidas pets hospedeiros Pfizer pfizer 3ª dose pfizer dose de reforço pfizer terceira dose pode vacinar crianças? pool de farmacêuticas por que faltam vacinas? portuários vacina posso tomar Pfizer e Astrazeneca? profissionais de saúde Profissionais de Saúde com 18 anos e mais quais empresas fazem vacina? quais vacinas estão no brasil qual é a melhor vacina? quando a vacina pfizer chega ao Brasil? Quando o cronograma será ampliado? quantas farmacêuticas produzem vacina? quantas vacinas o Brasil tem? quantas vacinas tem no brasil? quantas variantes tem no Brasil quilombola saiba como entrar na fila da vacinação saiba como se ibnscrever para se vacinar Sanofi segunda dose troca de vacina site vacinação Trabalhadores de transporte coletivo trabalhadores do transporte aéreo vacina trombose uma pessoa poderá receber doses de fabricantes diferentes? uncionários do aeroporto e dos serviços auxiliares ao transporte aéreo vacina vacina 40 anos vacina 45 anos vacina 50 anos vacina covid vacina doses mutações vacina Pfizer vacina pfizer é melhor que as outras? vacina pfizer eficácia vacina pfizer estudo israelence vacina pfizer israel vacina professores vacina profissionais da educação sp vacina refrigeração vacinação vacinação 55 anos vacinação araraquara vacinação cuiaba vacinação curitiba vacinação drive-thru vacinação fevereiro vacinação paralisada vacinação passo a passo vacinação salvador vacinação são paulo vacinas vacinas qual a melhor? Hospedeiros variante da índia variante da Tanzânia variante indiana