Economia

FGV: IGP-M na 1ª prévia de maio cai 0,32%, ante +1,05% na 1ª leitura de abril

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) caiu 0,32% na primeira prévia de maio, após ter subido 1,05% na primeira leitura de abril. A informação foi divulgada nesta terça-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o índice acumulou elevação de 2,17% no ano de 2020 e alta de 5,87% em 12 meses.

A FGV informou ainda os resultados dos três indicadores que compõem a primeira medição do IGP-M deste mês. O IPA-M, que representa os preços no atacado, recuou 0,35% em maio, ante um avanço de 1,43% na primeira prévia de abril. O IPC-M, que corresponde à inflação no varejo, apresentou queda de 0,46% na prévia de maio, depois de uma elevação de 0,33% em igual leitura de abril. Já o INCC-M, que mensura o custo da construção, teve avanço de 0,18% na primeira prévia de maio, depois da alta de 0,16% na primeira prévia de abril.

O IGP-M é usado para reajuste de contratos de aluguel. O período de coleta de preços para cálculo do índice foi de 21 a 30 de abril. No dado fechado do mês de abril, o IGP-M teve elevação de 0,80%.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?