Economia

FGV: Confiança do Comércio sobe 3 pontos em setembro ante agosto (99,6 pontos)

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Confiança do comércio chegou ao nível pré-pandemia (Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) subiu 3,0 pontos na passagem de agosto para setembro, para 99,6 pontos, a quinta alta consecutiva, informou nesta quinta-feira, 24, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o indicador teve crescimento de 5,1 pontos.



“Em setembro, a confiança do comércio manteve a trajetória positiva iniciada em maio, alcançando o nível pré-pandemia. A alta, assim como no mês anterior, foi influenciada pela melhora da percepção com o momento presente e pelo aumento gradual das expectativas em relação aos próximos meses. Essa combinação sugere uma percepção mais favorável do setor sobre a recuperação do volume de vendas no mês, mas projetando ainda de forma cautelosa os próximos meses, potencialmente influenciados pela proximidade do fim dos programas de auxílio, lenta recuperação da confiança dos consumidores e cenário desafiador do mercado de trabalho”, avaliou Rodolpho Tobler, coordenador da Sondagem do Comércio no Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

+ Com pandemia, comércio online em SP avança seis anos em seis meses
+ FecomercioSP: sobe para 46,7% o número de lojas com estoques adequados

Em setembro, houve melhora da confiança em quatro os seis principais segmentos do comércio. O Índice de Situação Atual (ISA-COM), por exemplo, avançou 4,6 pontos, para 106,6 pontos, o maior nível desde maio de 2013, quando estava em 107,0 pontos. Já o Índice de Expectativas (IE-COM) subiu 1,1 ponto, para 92,4 pontos, ainda abaixo do patamar pré-pandemia.

O Icom está apenas 0,2 pontos aquém do resultado de fevereiro, pré-pandemia. A recuperação, porém, é heterogênea entre os segmentos e com diferenças nos horizontes pesquisados. Em setembro, o ISA-COM mais do que recuperou o que foi perdido na crise, mas o IE-COM ainda está 14,6 pontos abaixo do nível de fevereiro, sugerindo que ainda há incerteza sobre a continuidade do ritmo de recuperação do setor, segundo a FGV.



A coleta de dados para a edição de agosto da Sondagem do Comércio foi realizada entre os dias 1 e 23 do mês, com informações de 800 empresas.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?