Economia

FGTS: veja as situações em que o fundo pode ser sacado

Crédito: Arquivo Agência Brasil - Marcelo Camargo

Além de demissão sem justa causa, o trabalhador pode utilizar o FGTS em outras situações (Crédito: Arquivo Agência Brasil - Marcelo Camargo)

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado para proteger o trabalhador demitido sem justa causa. O empregador deposita, no início de cada mês, em contas abertas na Caixa, o valor correspondente a 8% do salário.



O FGTS é o valor total desses depósitos mensais. O dinheiro pertence aos empregados que, em algumas situações, podem utilizar o valor depositado.

+ Saiba como sacar seu FGTS integral mesmo sem ter sido demitido
+ Congresso quer auxílio emergencial fora do teto e sem corte de despesas

​Qual trabalhador tem direito?

O trabalhador com contrato de trabalho formal, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), além de trabalhadores domésticos, rurais, temporários, intermitentes, avulsos, safreiros (operários rurais que trabalham no período de colheita) e atletas profissionais têm direito ao FGTS.



Saiba quando você pode sacar o FGTS, segundo a Caixa:

1. Demissão sem justa causa, pelo empregador.

2. Término do contrato por prazo determinado.

3. Rescisão por falência, falecimento do empregador individual, empregador doméstico ou nulidade do contrato.

4. Rescisão do contrato por culpa recíproca ou força maior.

5. Aposentadoria.

6. Necessidade pessoal, urgente e grave, causado, por exemplo por chuvas ou inundações que tenham atingido a área de residência do trabalhador.

7. Suspensão do trabalho avulso.

8. Falecimento do trabalhador.

9. Idade igual ou superior a 70 anos.

10. Portador de HIV – SIDA/AIDS (trabalhador ou dependente).

11. Neoplasia maligna – câncer ou tumor maligno (trabalhador ou dependente).

12. Estágio terminal em decorrência de doença grave (trabalhador ou dependente).

13. Permanência do trabalhador titular da conta vinculada por três anos ininterruptos fora do regime do FGTS, com afastamento a partir de 14/07/1990.

14. Permanência da conta vinculada por três anos ininterruptos sem crédito de depósitos, cujo afastamento do trabalhador tenha ocorrido até 13/07/1990.

15. Aquisição de casa própria, liquidação ou amortização de dívida ou pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional.

16. Saque Aniversário (retirada de parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, no mês de aniversário).

17. Saque do FGTS Emergencial (realizado em 2020 e sem previsão para 2021).

Ficou com dúvida?

A Caixa tem como canais de atendimento: aplicativo, site, agências, telefone (0800 726 0207) e Facebook.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?