Economia

FGTS para compra de ações da Eletrobras supera R$ 8,8 bilhões, diz Jornal

Crédito: Arquivo/ Agência Brasil

Reserva do fundo para a compra de ações terminou na quarta-feira (8) (Crédito: Arquivo/ Agência Brasil)



Um dia depois do término das reservas de ações da Eletrobras que poderiam ser compradas usando o saldo no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), fontes do mercado apontam que a demanda superou R$ 8,8 bilhões. 

De acordo com informações do Globo, mais de 350 mil trabalhadores realizaram a opção de usar até 50% do dinheiro do FGTS para comprar ações da companhia elétrica. Como o valor superou os R$6 bilhões estabelecidos pela própria Eletrobras, haverá um rateio entre os investidores. 

+INSS: Justiça libera R$ 25,4 bi para pagar precatórios; veja quem recebe e quando

O mercado também especula que a demanda por ações da empresa está se aproximando dos R$70 bilhões, o dobro do mínimo projetado originalmente. 




Caso se confirme os 350 mil interessados em usar o FGTS na aquisição de ações da empresa, o número será superior aos 248 mil trabalhadores na captação da Petrobras, em 2000, mas inferior à oferta de compra da Vale, em 2002, que atingiu 584 mil de interessados em investir o Fundo de Garantia nas ações.