Economia

FecomercioSP: sobe para 46,7% o número de lojas com estoques adequados

O número de lojas na Grande São Paulo com estoques considerados adequados subiu para 46,7% do total neste mês, após fechar agosto em 44,7%.

Os dados são de pesquisa feita pela FecomercioSP, entidade que representa o setor, e mostram que, apesar da melhora na margem, os estoques do comércio na região metropolitana seguem acima dos níveis de antes da pandemia.

Para 37,7% dos lojistas que participaram da pesquisa, o estoque de seus estabelecimentos está acima do normal. É um porcentual parecido com o registrado no mês passado (37,8%), porém bem acima do patamar de 25% repetido em fevereiro e março, antes do maior choque da pandemia. Um ano atrás, 26,3% das lojas tinha estoques considerados excessivos.

Já o porcentual de lojas que estão com estoques abaixo do normal caiu de 16,8% para 15% na passagem de agosto para setembro. Um ano atrás, 13,5% das lojas estavam nessa situação.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?