Dinheiro em foco

“Fechamos 2019 com R$ 2,8 bilhões em ativos, um crescimento de 25% em relação a 2018”

Crédito: Felipe Perazzolo

Quem é JAIME BASSO: Graduado em Agronomia pela Universidade de Passo Fundo; MBA Executivo em Varejo Bancário pelo Ibemec/EBS; Conselheiro Fiscal e Vice-Presidente da C.Vale Cooperativa Agroindustrial; Presidente da Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP e Vice-Presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ. (Crédito: Felipe Perazzolo)


O modelo de negócios do Sicredi é o de cooperativas que oferecem os mesmos produtos e serviços financeiros dos bancos, só que com taxas de juros e tarifas mais baixas que as praticadas pelo mercado. Outra diferença importante é que, ao invés da divisão de lucros entre acionistas, como fazem os bancos, as cooperativas distribuem os resultados entre os associados.

Qual o cenário das cooperativas de crédito hoje no país?
O Brasil soma mais de 900 cooperativas de crédito, que juntas acumulam R$ 137 bilhões em ativos, de acordo com o último relatório do Banco Central de 2018 (crescimento de 18% em relação a 2017). A quantidade de cooperados também teve aumento: 9% no mesmo período.

Qual o impacto na economia onde elas atuam?
Em 213 municípios, o Sistema Sicredi é a única instituição financeira presente, representando uma oportunidade única para que os recursos gerados na comunidade permaneçam no local, contribuindo com o desenvolvimento da região. Continuamos na contramão do sistema financeiro tradicional, que fecha agências e deixa praças pouco lucrativas, extinguindo postos de trabalho. Nossa presença em locais pouco populosos reafirma o nosso compromisso com o desenvolvimento.

Como esse resultado se reflete no trabalho do Sicredi?
Temos orgulho de ser um modelo de inclusão financeira e social. Para fazer a diferença na vida dos associados, o Sicredi entende que precisa estar cada vez mais próximo. No ano passado inauguramos novos espaços de atendimento, sendo 7 na área da atuação da cooperativa no Paraná, nas cidades de Mariluz, Mamborê, Alto Paraíso, Altamira do Paraná, Mato Rico, Perobal e mais uma em Campo Mourão, além de 8 novas unidades em São Paulo. Com a tecnologia no nosso modelo de negócio, garantimos agilidade nos processos, segurança e transparência nas operações. Porém, nada substitui o “olho no olho”, o aperto de mão, um café e a conversa.

Número da semana
R$ 40,137 bilhões

Foi o lucro reportado pela Petrobras em 2019. O valor representa crescimento de 55,7% sobre registrado no exercício anterior. Segundo a consultoria Economatica, é maior lucro nominal da história das empresas de capital aberto no País. Embora em termos percentuais o aumento do Ebitda tenha sido menor (12,54% sobre 2018) o lucro ajustado da companhia atingiu a impressionante cifra de R$ 129,249 bilhões em 2019. Na comparação com o ano anterior, a receita de vendas da estatal teve uma pequena variação negativa de 2,58%, somando R$ 302,245 bilhões. Enquanto a alta cúpula da maior companhia nacional celebra os resultados financeiros, cerca de 21 mil funcionários de 121 unidades da empresa permaneciam em greve até a noite da quarta-feira 19, mesmo após a decisão do ministro Ives Gandra, do TST, ter decretado que a paralisação dos petroleiros é ilegal. Os sindicatos acusam a empresa de descumprir um acordo coletivo. Segundo a Petrobras, não há risco de desabastecimento.